Por Dr. Carlos Gilberto Almodin

Como médico e pesquisador já tive muitas emoções, principalmente com o sucesso de várias pesquisas que possibilitaram a solução de problemas até então insolúveis. Porém, a maior dentre todas foi quando consegui trazer para o Brasil a cirurgia fetal a céu aberto.

Como professor orientador da Universidade Federal de São Paulo, fui encarregado pelo departamento de pós-graduação de obstetrícia de conseguir a transferência de tecnologia com o prof. Joseph Brunner na Universidade de Vanderbilt, nos EUA, criador do modelo cirúrgico. A cirurgia era direcionada a resolver o problema de crianças que estavam sendo geradas com meningomielocele, ou seja, um defeito de fechamento da porção inferior da coluna. Tal defeito expõe a inervação da coluna ao líquido amniótico e este causa lesão à inervação. Grande número de crianças com este defeito após o nascimento apresenta paralisia parcial ou total de membros inferiores com comprometimento na retenção de urina e/ou fezes.

Leia Mais
Assista os Vídeos
Veja Mais Vídeos