fbpx

Preservação da Fertilidade

Para Paciente

  • Uma importante causa de infertilidade são as sequelas a nível ovariano geradas pelos tratamentos contra o câncer.
  • O desenvolvimento e a funcionalidade dos óvulos podem ser comprometidos pela quimioterapia e pela radioterapia. Deste modo o potencial reprodutivo da mulher pode ser afetado.
  • A imensa maioria das mulheres com menos de 45 anos com câncer respondem satisfatoriamente aos seus tratamentos, e podem desejar ser mães no futuro.
  • Alguns trabalhos revelam que até 73% das pacientes com câncer se preocupam sobre os impactos dos tratamentos oncológicos na sua fertilidade.
  • Uma importante ferramenta que pode preservar a fertilidade destas pacientes é o congelamento de óvulos e embriões previamente ao tratamento oncológico.
  • As técnicas atualmente utilizadas para congelar gametas nos proporcionam altíssimas taxas de sobrevivência celular após o descongelamento. Isto pode viabilizar gestações futuras após o término do tratamento.
  • Sabendo que o tempo é uma questão de extrema importância para as pacientes oncologias, a estimulação ovariana para preservação da fertilidade pode ser iniciada imediatamente, independente do momento do ciclo menstrual.
  • Este processo é o mesmo da primeira parte de um ciclo de fertilização in vitro, e dura em média 8 – 12 dias.
  • Neste período a paciente fará uso de hormônios (os mesmos que ela produz naturalmente), com objetivo de estimular um maior desenvolvimento folicular ovariano.
  • Após os folículos atingirem tamanho adequado, serão aspirados por via transvaginal sob sedação, deste modo a paciente não sentirá dores. O procedimento dura em média 5 minutos, com baixíssimas taxas de complicações.
  • Durante o uso dos hormônios reduziremos consideravelmente os níveis de estradiol circulantes pelo uso de inibidores da aromatase(letrozol). O que viabiliza inclusive a técnica para pacientes com tumores hormônio dependentes. Portanto, o tratamento é rápido e seguro.
  • Para se submeter a este procedimento, as pacientes que irão iniciar um tratamento oncológico devem consultar com um médico especialista em reprodução humana, onde sua reserva ovariana, os tempos necessários para realização do procedimento e o prognóstico serão avaliados de maneira individualizada.

Enviar
1
Precisando de ajuda?
Olá,
Em que posso ajudar?