tratamentos
home » tratamentos » Reprodução Humana » Abordagem terapêutica - congelamento de embriões
Abordagem terapêutica - congelamento de embriões

O congelamento de embriões tem a finalidade de oferecer nova oportunidade ao casal que eventualmente não obteve sucesso na primeira tentativa de fiv (fertilização in-vitro) ou naqueles que desejam outra gravidez, a um custo menor. O custo final da transferência de embriões congelados é 30% de uma tentativa de fiv. Os embriões podem ser congelados em várias fases de desenvolvimento, com 24 horas de desenvolvimento em fase de pró-nucleos, com 3 dias, ou seja com 6 a 8 células ou no quinto dia em fase de blastocisto. O congelamento de embriões deve ser criterioso e o casal conscientizado da responsabilidade deste ato. Apesar de ainda não termos uma legislação específica a respeito deste procedimento, o casal responsabilizar-se-á junto à clínica a receber os embriões em um prazo de 3 anos, podendo ser estendido para um limite maior por solicitação escrita, e estará consciente que uma vez congelados estes deveram ser transferidos posteriormente. Pode ter também o casal, a oportunidade de não ter embriões congelados, sendo neste caso fertilizados somente o número suficiente de óvulos para uma tentativa, porém em caso deinsucesso todo procedimento de fertilização in-vitro deverá ser repetido.