tratamentos
home » tratamentos » Reprodução Humana » Abordagem terapêutica - Fertilização in vitro (FIVET)
Abordagem terapêutica - Fertilização in vitro (FIVET)

O termo fivete significa fertilização in vitro ( ambiente artificial) e transferência de embriões. Este processo começou a ser utilizado com sucesso em 1979, a princípio somente naqueles casais onde havia uma incapacidade funcional das trompas. O processo de fivete na realidade reproduz em laboratório o que ocorre espontaneamente nas trompas.

Após estimulação ovariana com medicamentos, os óvulos são colhidos por ultrassonografia transvaginal com anestesia local. Após avaliação, são guardados em uma incubadora (trompa artificial), enquanto o sêmen é processado. Os melhores espermatozoides são separados e os dois gametas são então colocados juntos e aguardamos a fecundação. Após cinco a seis dias teremos embriões prontos para serem colocados no interior do útero. A transferência dos embriões para o útero é realizada sem nenhum tipo de anestesia e demora poucos minutos, podendo a paciente de retornar para casa em uma hora. A necessidade de o casal submeter-se a tal tratamento deve somente ser indicada após avaliação por uma clínica especializada.